Weby shortcut
Top3 PPGCS
Academia Nacional de Medicina

Prof. Celmo Celeno Porto, Fundador do PPGCS, é eleito para a Academia Nacional de Medicina

Eleições na Academia

CELMO CELENO PORTO (ACADEMIA NACIONAL DE MEDICINA)

A ACADEMIA NACIONAL DE MEDICINA

A Academia Nacional de Medicina, fundada em 30 de Junho de1829, sob o reinadode D. Pedro I, com o nome de Academia Imperial de medicina, é a mais antiga instituição cultural e cientifica brasileira, estando em funcionamento contínuo por quase 200 anos.

Desde sua fundação a Academia se reúne todas as quintas feiras, quando se discutem temas relevantes, relacionados à medicina no Brasil e no mundo. Para dar um exemplo, neste ano, um dos temas de mais destaque foi a “medicina translacional”, uma nova maneira de abordar os mais diversos problemas do processo saúde-doença.

Realiza congressos nacionais e internacionais, mantem permanente intercâmbio com instituições congeneres do mundo todo, concede prêmios a pesquisadores que se destacam pela relevância e originalidade de seus trabalhos, além de participar de fóruns de discussão sobre o ensino e a prática da medicina.

Pertenceram à Academia os médicos e pesquisadores mais famosos do Brasil, destacando-se Oswaldo Cruz, Carlos Chagas, Miguel Couto, Euclides Zerbini, e, atualmente, Adib Jatene, Ivo Pitanguy, Clementino Fraga, José Galvão Alves, Mario Barreto Correa Lima.

DADOS SOBRE CELMO CELENO PORTO

CelmoCeleno Porto nasceu na cidade de Araguari, Minas Gerais, em 1934, mas mudou-se para Goiânia em 1966, quando foi aprovado em concurso para professor da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Goiás.

Graduou-se em medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais, em 1958, onde defendeu Tese de Doutorado em 1963.

Iniciou o exercício profissional na cidade de Araguari no Hospital Nossa Senhora de Lourdes e no Hospital dos Ferroviários.Em Goiânia trabalhou no Posto Médico dos Ferroviários, onde além das atividades Clínicas, exerceu também a de Médico do Trabalho, na Clínica Pio XII e no Hospital Santa Helena.

Na Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Goiás exerceu as funções de Diretor, Chefe do Departamento de Clinica Médica, Regente da Disciplina de Semiologia Médica, Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde (Mestrado e Doutorado), do qual foi um dos organizadores.

É um dos fundadores da Sociedade Goiana de Cardiologia, da Regional Goiás da Sociedade Brasileira de Clínica Médica, da Academia Goiana de Medicina, da qual foi o primeiro Presidente, e dos cursos de Enfermagem e de Nutrição da Universidade Federal de Goiás.

Além de inúmeros artigos sobre temas de clínica médica, de cardiologia e de educação médica,publicados em periódicos nacionais e internacionais, escreveu os seguintes livros: Exame Clínico, na 7ª edição, Vademecum de Clínica Médica, na 3ª edição, ambos traduzidos para o Espanhol, Semiologia Médica, na 7ª edição, Doenças do Coração, na 2ª edição, Interação Medicamentosa, no formato livro e eletrônico, Cartas aos Estudantes de Medicina, no formato livro e e-book, Dr. Calil Porto, o Menino e a Borboleta, que é a biografia de seu Pai. Todos os seus livros foram publicados pela Editora Guanabara-Koogan, do Rio de Janeiro.

Recebeu inúmeras láureas e prêmios, destacando-se: Professor Emérito da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Goiás, Titulo de Cidadão Goiano, Titulo de Cidadão Goianiense, Grande Oficial da Ordem do Mérito Anhanguera, Comenda Pedro Ludovico Teixeira, Comenda Cora Coralina, Comenda de Honra ao Mérito Dr. Luiz Rassi, Medalha Prof. Mario Rigatto, Prêmio de Destaque Docente pela Sociedade Brasileira de Cardiologia, membro Honorário da Academia de Medicina do Piauí, membro Honorário da Academia de Letras e Artes de Araguari, Honra ao Mérito pela Regional São Paulo da Sociedade Brasileira de Clínica Médica.

Atualmente é Professor Orientador do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde da Universidade Federal de Goiás.

 

Fonte: http://www.anm.org.br/conteudo_view.asp?id=1587